Tecnologia

Decifrando os 5 tipos de MVPs para aplicar em seu projeto

Para quem deseja validar se um produto será bem aceito no mercado, existem alguns tipos de MVP

Foto autor Attri

Attri

10 novembro 2022
Imagem de destaque Decifrando os 5 tipos de MVPs para aplicar em seu projeto

Índice

    Para quem deseja validar se um produto será bem aceito no mercado, existem alguns tipos de MVP que costumam ser os mais utilizados no meio digital. Além de evitar o desperdício de tempo e dinheiro, o MVP ajuda a iniciar um projeto de maneira mais estratégica, aumentando assim as chances de fazer o negócio decolar.  

    O MVP, como explicamos em artigo aqui no blog da Attri, é a versão simples de um produto, lançado com o objetivo de validar uma ideia. Seja para uma empresa iniciante ou seja para uma marca já consolidada, o produto mínimo viável é a alternativa mais rápida e econômica para lançar um aplicativo, site ou software

    Com o MVP pronto, é possível obter feedbacks do público-alvo e, a partir disso, aplicar as melhorias que tornarão o produto muito mais completo e funcional. 

    Ficou interessado em saber mais? Então conheça os tipos de MVP mais utilizados e faça a sua escolha! 

    modelo de mvp

    Tipos de MVP: conheça os 5 mais utilizados

    Lançar um produto novo no mercado é um desafio que nem todos estão dispostos a encarar. Porém, uma coisa é certa, se um produto é inovador e soluciona um problema comum para um grande grupo de pessoas, ele tem potencial para ser bem aceito

    Uma das maneiras de receber esse feedback é através do MVP - Minimum Viable Product - uma versão enxuta de uma solução, criada para testar a receptividade do público-alvo. 

    A seguir, você vai conhecer quais são os tipos de MVP mais utilizados e entender também como funciona cada um deles e seus objetivos.  

    tipos de mvp

    1. MVP Protótipo

    O MVP protótipo é criado com o intuito de fazer os usuários navegarem e explorarem a interface da aplicação. Por ser um exemplo funcional, está entre os tipos de MVP mais caros, pois o protótipo chega muito perto do que será a versão completa.

    Por outro lado, é inegável que esse modelo acaba oferecendo feedbacks bastante relevantes e que servirão para validar o produto com mais assertividade. 

    No teste, os usuários são convidados a interagirem com a plataforma para que possam opinar sobre a performance, usabilidade e funcionalidade. Afinal, um produto para ser bem aceito pelo público precisa resolver um problema, correto? 

    Alguns especialistas consideram esse tipo de MVP como uma espécie de versão beta, uma vez que apresenta praticamente todos os recursos necessários para um primeiro lançamento no mercado. Após a avaliação dos usuários, os desenvolvedores fazem melhorias e o produto fica pronto para ser lançado. 

    Entre as empresas que já optaram pelo MVP Protótipo estão Facebook e Amazon. 

    2. MVP Duplo

    Entre os MVPs mais utilizados, o Duplo é mais um que se destaca. Ele funciona como um teste A/B em que são desenvolvidos dois produtos, porém, com interface, tamanho, cores, compatibilidade e até mesmo maneiras de se segurar, no caso de produtos físicos. 

    Apesar do tempo de trabalho para se criar duas versões diferentes, o MVP Duplo é bastante interessante para empresas que precisam opiniões e avaliações mais palpáveis dos usuários. Isso vai permitir o lançamento de um produto que já passou pelo crivo do público-alvo, aumentando as chances de sucesso. 

    3. MVP Fumaça

    Este é um modelo de MVP específico para startups e empresas avaliarem o nível de interesse dos usuários. O MVP Fumaça é ótimo para saber a opinião das pessoas a respeito de um produto ou serviço que ainda será lançado oficialmente. 

    A ação pode ser realizada utilizando os próprios canais de marketing da empresa, como redes sociais, blog, landing page ou site, divulgando as funcionalidades do produto para que o público-alvo possa avaliar. 

    Embora muitos considerem o MVP Fumaça como um dos menos eficazes, ele dá uma ideia se há o interesse ou não por parte do público na solução. Mas, para isso, é fundamental que ao divulgar se deixe muito claro qual problema a aplicação vai resolver, o que ela faz exatamente e seus diferenciais.    

    4. MVP Mágico de Oz

    Tipo de MVP criado para que um grupo de usuários possa navegar pela interface. Para isso, o design precisa estar pronto, seja do aplicativo, software ou site. No MVP Mágico de Oz, a automatização só é feita após os usuários testarem a plataforma e darem os feedbacks necessários para aprimorar o produto. 

    Dependendo do tipo de produto desenvolvido, é preciso que uma equipe esteja trabalhando em um modo behind the scenes para fazer manualmente algumas tarefas. Por exemplo, a Easy Taxi optou pelo MVP Mágico de Oz antes de lançar o aplicativo e, na hora do teste com os usuários, uma equipe ligava para os motoristas para atender às viagens solicitadas no app.  

    5. MVP Concierge

    Bem similar ao MVP Mágico de Oz, o Concierge é um tipo de produto mínimo cujo nome nos dá uma boa noção sobre a sua função. O objetivo do MVP Concierge é atender a um grupo de usuários para coletar opiniões. 

    A ideia é criar um clima de proximidade e personalização durante o teste, em que são apresentados esboços e layouts, sem necessidade de automatização. Por ser apresentado a um grupo seleto, ele não é um tipo de MVP escalável, uma vez que a proposta é obter feedbacks e aperfeiçoar o produto para que o mesmo possa ser lançado.  

    Qual tipo de MVP é o melhor para o meu negócio? 

    A escolha em relação ao tipo de MVP depende de alguns fatores, como valor disponível para investimento, nicho de mercado e o objetivo do seu produto, ou seja, qual é o problema que ele vai resolver.

    A partir desses pontos, fica mais fácil fazer uma escolha e dar o pontapé inicial no seu projeto. Porém, é importante refletir sobre a função central de um MVP, que é validar uma hipótese e experimentar.

    Portanto, o MVP vai permitir começar rápido, dar o primeiro passo e passar pelo ciclo de construir, aprender e medir. Já ouviu aquela frase: antes feito do que perfeito? É melhor arriscar, não importa qual seja a sua escolha entre os tipos de MVP, do que ficar para sempre com a dúvida de não ter nem tentado.   

    MVP: Mínimo Produto Viável: Por que optar por um?


    • Validar hipóteses; 
    • Melhorar a experiência do usuário;
    • Minimizar os riscos de um produto não ser aceito;
    • Economizar tempo e investimento;
    • Se aproximar do público-alvo;
    • Conseguir feedbacks para aprimorar a versão final;
    • Aumentar as chances de conseguir investidores. 

    Exemplos de grandes  empresas que já utilizaram o MVP

    exemplos de mvp

    Qual é a melhor forma de desenvolver um MVP? 

    A maneira mais dinâmica, fácil e rápida de criar um MVP é contando com uma equipe especializada de UX designers e desenvolvedores. Aqui na Attri, você encontra todo o suporte necessário para tirar a sua ideia do papel e testar o seu produto com os primeiros usuários. 

    Utilizamos metodologias ágeis que garantem a entrega do seu MVP em 45 dias. Agora que você já conhece os principais tipos de MVP, ficou interessado em saber mais? Agende uma conversa com um especialista.     



    Foto Pedro Hermano

    Quem escreveu este conteúdo:

    Pedro Hermano

    A inquietação do Pedro está no DNA da Attri, assim como a sua vontade de compartilhar conhecimento. É autor do livro Marketing Digital Imobiliário, no qual compartilha seus mais de 10 anos de experiência na área, além de ter vencido o Prêmio Profissional Digital Abradi 2018. Atualmente, se dedica a desvendar o universo da usabilidade e da paternidade com a ajuda da sua filha Teresa.

    Inscreva-se no blog da Attri

    Receba em seu e-mail artigos sobre tecnologia e usabilidade com foco em transformação digital, e fique por dentro de tudo o que acontece no mercado!

    VAMOS DESENVOLVER O SEU PROJETO?

    Conte um pouco mais sobre o seu projeto para que possamos encontrar a melhor solução e agendarmos uma conversa mais aprofundada.

    Empresas que confiam em nós:

    Certificações

    Empresa<br /> <strong>Carbono Zero</strong>

    Empresa
    Carbono Zero

    Empresa <strong>Great </strong><br /> <strong>Place To Work 2022</strong>

    Empresa Great
    Place To Work 2022

    <strong>Ranking empresas que mais crescem no Brasil </strong><br /> - Ranking EXAME 2023

    Ranking empresas que mais crescem no Brasil
    - Ranking EXAME 2023

    Parceiros

    Plataforma de serviços de computação em nuvem oferecida pela Amazon.

    Plataforma de serviços de computação em nuvem oferecida pela Amazon.

    Plataforma SaaS de comércio digital, marketplace e OMS.

    Plataforma SaaS de comércio digital, marketplace e OMS.

    Empresa de software que oferece uma plataforma de CRM integrada.

    Empresa de software que oferece uma plataforma de CRM integrada.