Dicas

UX e SEO: como otimizar seu site com foco em performance

Conseguir se destacar no mundo digital tem sido cada vez mais difícil por conta da concorrência. É necessário uma série de estratégias, como conduzir bem a

Foto autor Attri

Attri

29 maio 2023
Imagem de destaque UX e SEO: como otimizar seu site com foco em performance

Índice

    Conseguir se destacar no mundo digital tem sido cada vez mais difícil por conta da concorrência. É necessário uma série de estratégias, como conduzir bem a UX e SEO e não encará-las como áreas que se conflitam. 

    Essa discussão é comum em reuniões de criação e marketing, quando profissionais das áreas de UX e SEO tentam unir forças para colocar um site no topo (SEO), mas conseguir retê-lo (UX).

    Ou seja, ambas as estratégias precisam de sinergia, e aí podemos dizer que temos o “casamento” perfeito e que levará o site não apenas aos primeiros resultados do Google, mas também encantar os usuários. 

    Vamos conversar mais sobre o tema a seguir? Continue a leitura.

    Qual é a diferença entre UX e SEO? 

    UX e SEO são estratégias muito utilizadas dentro do marketing digital para fortalecer uma marca e conquistar pessoas. Embora tenham métodos diferentes, ambas têm como foco a experiência do usuário. 

    Sendo assim, o primeiro ponto que precisa ficar claro é que SEO é também UX. Mas vamos entender melhor as definições.

    UX - User Experience - é tudo o que se refere à experiência do usuário e como ele interage com um produto. No UX, há todo um conjunto de elementos que visa aprimorar e deixar a solução digital mais fácil e atrativa.

    Desde o design, aplicação de cores, navegabilidade, usabilidade, carregamento rápido, entre outros fatores. 

    SEO - Search Engine Optimization - é um conjunto de práticas e ações para que as páginas de um site ou blog sejam bem ranqueadas nos mecanismos de busca. São muitas as tarefas envolvidas em um bom planejamento de SEO, desde a pesquisa de palavras-chave, produção de conteúdo, atualizações, verificação de erros, análise de dados, verificação de erros e falhas, entre outros. 

    Apesar das polêmicas, ambas as áreas podem e devem caminhar juntas para que um site consiga ter os melhores resultados. 

    Qual é o papel do SEO? 

    Muito presente nas estratégias de marketing digital, o SEO tem como papel principal melhorar a visibilidade e o tráfego orgânico de um site nos resultados dos mecanismos de busca. 

    Ele se alinha ao UX quando a estratégia é direcionada para para o usuário, e não somente para o algoritmo. Quando uma pessoa faz uma pergunta no Google, ou em qualquer outro mecanismo de busca, o algoritmo tende a entregar a ela a página que oferece o melhor conteúdo de acordo com aquilo que ela precisa.

    Sendo assim, empresas com um bom planejamento de SEO têm mais chances não apenas de aparecer no Google, mas também de ranquear nas primeiras posições. É função do SEO permitir que as pessoas encontrem aquilo que precisam, ou seja, é uma experiência entregue ao usuário e por isso não pode caminhar separada do UX.  

    Por outro lado, é muito importante deixar claro que uma boa estratégia de SEO vai além do trabalho de palavras-chave, conteúdo de qualidade e link building. Esses pontos continuam sendo importantes, mas há uma série de ações e práticas necessárias na rotina de quem trabalha com SEO. 

    Conjunto de ações comuns na rotina de SEO

    Geralmente, o trabalho é realizado em conjunto com um analista e um redator especializado em SEO, uma vez que é necessário conhecer algumas técnicas de otimização de texto, palavras-chave, campo semântico, uso de palavras de transição, criação de H1, H2 e H3, meta description, um bom CTA, entre outras. 

    Do outro lado, o analista precisa fazer pesquisas de palavras-chave, SEO on-page, SEO off-page, análise de métricas, auditoria de sites, análise de backlinks, etc. 

    Veja algumas ações e tarefas importantes que fazem parte de uma estratégia de SEO:

    Pesquisa de palavras-chave: identificar as palavras-chave mais relevantes para o seu negócio e público-alvo.

    Análise da concorrência: analisar os concorrentes para entender como eles estão posicionados e como é possível superá-los.

    Otimização do conteúdo: criar conteúdo relevante, de alta qualidade e otimizado para as palavras-chave escolhidas.

    Tags e meta descriptions: otimizar as tags de título e meta descriptions para incluir as palavras-chave relevantes.

    Otimização de URLs: criar URLs claras e amigáveis que incluam as palavras-chave relevantes.

    Edição de imagens: otimizar as imagens do seu site para melhorar a velocidade de carregamento e incluir tags alt otimizadas.

    Link building: construir uma rede de links de qualidade para o seu site.

    Marketing de conteúdo: criar conteúdo relevante e de alta qualidade que incentive outros sites a fazerem links para o seu.

    Otimização para dispositivos móveis: garantir que o seu site seja responsivo e que funcione bem em dispositivos móveis.

    Análise de métricas: acompanhar as métricas de desempenho do seu site, como tráfego, tempo de permanência e taxa de rejeição, para identificar oportunidades de melhoria.

    Qual é o papel do UX?

    No caso do UX - User Experience - o objetivo é oferecer produtos centrados no usuário. Seja um site, aplicativo ou software, o desenvolvimento de cada uma dessas soluções digitais passa por um processo multidisciplinar envolvendo as áreas de UX Research, UX Design e UI Design.

    O principal objetivo do UX é criar produtos e serviços capazes de encantar pessoas. Tornar as soluções mais intuitivas, com excelente usabilidade, design agradável, e que seja eficiente para o usuário. 

    Além de encantar é necessário resolver um problema, pois só assim o aplicativo fará parte da rotina do usuário. As pessoas tendem a desinstalar um app quando encontram dificuldade de uso, falhas e não entendem a utilidade dele em seu dia a dia. 

    Somente em 2020, a taxa média de desinstalação de aplicativos foi de 53%. Muitas exigências no cadastro, excesso de anúncios, pouca utilidade e falta de UX são alguns dos motivos que levam usuários a desistir de usar um aplicativo. 

    Por isso, as práticas de UX têm um papel fundamental no desenvolvimento de produtos e serviços digitais, pois se concentram em criar experiências positivas e intuitivas para o usuário final.

    Uma boa UX atende às necessidades e expectativas dos usuários, com interfaces atrativas e intuitivas que tornam a navegação mais agradável e rápida. Portanto, principalmente quando falamos em páginas da web, ou seja, sites institucionais, blogs, portais de notícias, entre outros, a UX e SEO precisam ser aliadas. 

    Tráfego e tempo de permanência

    Você fez um ótimo trabalho estratégico de SEO, conteúdo excelente utilizando palavra-chave com um bom volume de busca, tudo otimizado direitinho... A página indexou, ranqueou, trouxe tráfego, mas o usuário não permaneceu muito tempo nela.

    Como na web tudo é orientado por métricas, devemos ter em mente que não adianta ranquear e ter tráfego se a taxa de rejeição é alta. Esse KPI precisa ser constantemente avaliado para que as mudanças necessárias sejam feitas e os resultados ocorram. 

    Uma taxa de rejeição aceitável estaria na faixa de 26% a 40%, sendo que o usuário tende a permanecer se encontrar o que estava buscando, se a experiência no site for agradável e se ele notar que há outros conteúdos relacionados de seu interesse.

    Quando essa experiência inicial é positiva, e o usuário volta a visitar o site repetidas vezes, navegando por outras páginas internas, o Google entenderá que o site é relevante e confiável, o que aumenta as chances de performar cada vez mais.  

    Por isso, a relação entre UX e SEO é de extrema importância, pois cada uma tem práticas que visam a melhoria de uma página da web. Elas podem ser aplicadas tanto para sites quanto para blogs e landing pages. 

    Quando UX e SEO estão em harmonia, além de conseguir aumentar organicamente o tráfego, o usuário consegue ter uma experiência satisfatória e certamente não irá deixar a página tão rapidamente. 

    Se o site oferecer o que o usuário busca, se a resposta para sua pergunta estiver bem elaborada no conteúdo, se for rápido, responsivo, livre de falhas e bugs, layout moderno e atrativo, o tempo de permanência certamente será maior.   

    Como combinar UX e SEO? 

    Quando simultaneamente bem planejadas, as estratégias e práticas de UX e SEO melhoram o resultado das páginas de um site. Quem empreende online, por exemplo, principalmente se tratando de um e-commerce, uma experiência satisfatória dará ao usuário mais confiança em comprar.

    Além disso, uma boa usabilidade influencia bastante a taxa de conversão, daí a importância de combinar as estratégias. E como fazer isso na prática? Separamos algumas dicas de como otimizar um site para os mecanismos de busca (SEO), sem deixar de lado a experiência do usuário (UX). Veja:

    Pense sempre no usuário

    Geralmente, uma estratégia de UX eficiente começa com a UX Research para entender como usuários reais pensam e se comportam. Desta forma, o desenvolvimento do produto se torna mais assertivo, pois será criado com base no que os usuários precisam e esperam de uma solução.

    Portanto, seja qual for o produto que você pretende lançar, priorize sempre o usuário. Especificamente no desenvolvimento de sites e otimização de páginas, a relação UX e SEO também deve ser pautada para criar uma experiência mais satisfatória aos usuários. 

    Crie um layout intuitivo e responsivo

    O Google não apenas prioriza, ele praticamente obriga as páginas a se tornarem mobile first. Quer indexar sua página? Cuide para que ela seja acessível em diferentes telas, inclusive na versão mobile. 

    Por isso, além de desenvolver um layout limpo e intuitivo, ele precisa ser responsivo obrigatoriamente se você quiser ter bons resultados de SEO. 

    Outro ponto é a organização do conteúdo, que deve ser lógica e fácil de navegar, com botões claros e bem posicionados.


    • Um dos projetos desenvolvidos pela Attri foi o site da TAG Livro. Nossa missão foi proporcionar uma experiência mágica de navegação, agregando interatividade e conteúdos mais atrativos. Veja outros cases em nosso portfólio

    Utilize palavras-chave relevantes

    Faça pesquisa de palavras-chave de acordo com o seu nicho de atuação e inclua esses termos nos títulos (H1), descrições, textos e URLs para melhorar sua classificação nos motores de busca. Porém, fique muito atento para não comprometer a experiência do usuário por excesso de palavras-chave, sempre forçando-as nos conteúdos.

    Crie conteúdo útil, objetivo e que responda a possíveis dúvidas. Ele não precisa ter mais de 2 mil ou 3 mil palavras se não tiver necessidade. Em média, conteúdos de mil palavras contemplam tópicos mais do que suficientes para explicar sobre um determinado assunto. 

    Mas veja, tudo isso pode e deve ser avaliado conforme a estratégia definida pelo analista de SEO. Em alguns casos, a criação de super conteúdos são importantes para construir autoridade. 

    Você pode usar o próprio Google para saber exatamente o que os usuários querem saber sobre um tema. Veja a seguir quais foram as perguntas relacionadas para o termo: como criar um aplicativo

    Ao rolar até o fim da página, o Google mostrará também as pesquisas relacionadas e esses termos ajudarão a criar um conteúdo ainda mais completo.

    Melhore a velocidade do site

    Não adianta ter um trabalho primoroso de conteúdo, se o usuário entra no site e a página demora para carregar. A velocidade de carregamento do site é importante para uma boa experiência do usuário e também é um fator de classificação nos motores de busca. Certifique-se de que o seu site seja rápido e otimizado para dispositivos móveis.

    Otimize imagens e vídeos 

    Imagens de alta qualidade podem melhorar a experiência do usuário, mas também podem desacelerar o tempo de carregamento do site. Certifique-se de que as imagens sejam otimizadas para a web e inclua texto alternativo (alt tags) descritivos para ajudar os motores de busca a entender o conteúdo.

    Utilize links internos e externos 

    Links internos podem ajudar os usuários a navegar no seu site e também ajudam os motores de busca a entender a estrutura do seu conteúdo. Certifique-se de que os links sejam relevantes e fáceis de encontrar. Quando necessário, vale colocar links externos que ajudem o usuário a encontrar algo relevante e que facilite a sua jornada. 

    Analise os dados

    UX e SEO sem monitoramento de dados é o caminho certo para a estratégia fracassar. Sendo assim, use ferramentas de análise para monitorar o comportamento do usuário, identificar pontos problemáticos e otimizar a experiência do usuário. Esses dados também podem ser usados para ajustar sua estratégia de SEO e melhorar sua classificação nos motores de busca.

    Ao aliar UX e SEO, você pode criar um site que seja fácil de usar e que também seja bem classificado pelos motores de busca. Com o tempo, isso pode levar a um aumento no tráfego orgânico e na conversão de visitantes em clientes.

    Receba uma consultoria grátis 

    Se o seu site não está performando bem, a Attri pode te ajudar com uma consultoria grátis onde a nossa equipe irá avaliar o UX e SEO e apontar as melhores práticas para o seu negócio se destacar, aumentar o tráfego e encantar os usuários. 

    Agende agora mesmo com um de nossos especialistas. 

    Conteúdo relacionado 



    Foto Pedro Hermano

    Quem escreveu este conteúdo:

    Pedro Hermano

    A inquietação do Pedro está no DNA da Attri, assim como a sua vontade de compartilhar conhecimento. É autor do livro Marketing Digital Imobiliário, no qual compartilha seus mais de 10 anos de experiência na área, além de ter vencido o Prêmio Profissional Digital Abradi 2018. Atualmente, se dedica a desvendar o universo da usabilidade e da paternidade com a ajuda da sua filha Teresa.

    Inscreva-se no blog da Attri

    Receba em seu e-mail artigos sobre tecnologia e usabilidade com foco em transformação digital, e fique por dentro de tudo o que acontece no mercado!

    VAMOS DESENVOLVER O SEU PROJETO?

    Conte um pouco mais sobre o seu projeto para que possamos encontrar a melhor solução e agendarmos uma conversa mais aprofundada.

    Empresas que confiam em nós:

    Certificações

    Empresa<br /> <strong>Carbono Zero</strong>

    Empresa
    Carbono Zero

    Empresa <strong>Great </strong><br /> <strong>Place To Work 2022</strong>

    Empresa Great
    Place To Work 2022

    <strong>Ranking empresas que mais crescem no Brasil </strong><br /> - Ranking EXAME 2023

    Ranking empresas que mais crescem no Brasil
    - Ranking EXAME 2023

    Parceiros

    Plataforma de serviços de computação em nuvem oferecida pela Amazon.

    Plataforma de serviços de computação em nuvem oferecida pela Amazon.

    Plataforma SaaS de comércio digital, marketplace e OMS.

    Plataforma SaaS de comércio digital, marketplace e OMS.

    Empresa de software que oferece uma plataforma de CRM integrada.

    Empresa de software que oferece uma plataforma de CRM integrada.